Todos os Posts Com a Tag ‘motivação

Post

A motivação para acordar

5 Comentários

Acordar todos os dias às 7, fazer uma torrada e um café preto enquanto leio as notícias do dia, depois passar uma hora na academia enquanto adiciono um filtro de felicidade ao meu dia, ah endorfinas. Às 9:30 chego no trabalho e aproveito a próxima hora para limpar minha caixa de entrada e encarar o resto do dia de reuniões.

Uma pena que tal cenário só existe na minha cabeça e está longe de ser real.

A minha verdadeira manhã começa às 07:30, quando tomo uma pílula com 450mg de cafeína, o equivalente a 5 expressos, só assim para conseguir sair da cama uma hora depois, o que nunca acontece porque durmo mais uma hora.

Alguns dias são nublados, outros ensolarados, assim como nem todo dia se pode estar ganhando, também nem todo dia é fracasso.

Acordar cedo exige mais que disciplina, uma despertador escandaloso e um bom café. Precisa vontade de viver, de resolver os problemas que te aguardam na caixa de entrada e porque não, um travesseiro bom.

Mas onde acha motivação? Compra pela internet? Parcela?

Motivação vem de dentro, não dá pra colocar expectativa em qualquer coisa fora. É uma explosão de sentimentos que culmina em um grito de “Bora, agora é a hora”.

É fácil culpar o trânsito, a chuva, o chefe, o ketchup que acabou no restaurante, o mundo. Mas o que são essas pequenas coisas se colocadas na perspectiva de uma vida inteira? Ou até mesmo de um mês? Você lembra quando foi a última vez que ficou chateado com a chuva? Ou a última fila de banco que arruinou seu dia?

Mas mesmo sabendo disso tudo na teoria, a prática é outra coisa. Voltam os pensamentos de fracasso e de que as coisas não poderiam dar certo, na hora de acordar aquele poço de sono não acaba e quando você menos percebe, já está atrasado para seu próximo compromisso.

Post

Eu sei que preciso…

2 Comentários

Eu sei que preciso…

  • Fazer 6 balanceadas refeições por dia por dia para emagrecer.
  • Escovar os dentes após cada refeição.
  • Pedir menos delivery e cozinhar mais em casa.
  • Comprar comida saudável e diminuir o consumo de álcool.
  • Correr três vezes por semana para melhorar minha saúde mental e diminuir a carga de remédios.
  • Parar de achar que comida vai resolver minha ansiedades e frustrações diárias.
  • Parar de gastar com coisas frívolas e que não farão diferença na minha vida. Ou gastar sem pensar.
  • Sair do trabalho cedo, caso contrário não consigo descansar o suficiente.
  • Ir ao psiquiatra uma vez por mês.
  • Ir a terapia duas vezes por semana.
  • Tomar meus remédios todos os dias religiosamente no mesmo horário.
  • Fazer exames de sangue a cada três meses e check up completo todo ano.
  • Escrever e meditar todos os dias.
  • Terminar pelo menos um dos livros que comprei ainda esse ano.
  • Não ouvir músicas tristes quando estiver triste.
  • Assistir menos seriado para ter tempo de focar nos outros itens desta lista.
  • Não perder tanto tempo no Facebook.
  • Não fazer só o que as pessoas esperam de mim e respeitar minhas próprias vontades.
  • Pagar as contas antes da data de vencimento.
  • Dormir menos que nove horas por dia.
  • Parar de tomar pílulas de cafeína só para conseguir sair da cama.
  • Entregar aquele relatório que prometi semana passada para o chefe.
  • Ir às festas de aniversário e confraternizações que meus amigos me convidam.
  • Parar de fumar maconha toda semana.
  • Parar de beber todos os dias.
  • Ficar mal toda vez que me olho no espelho.
  • Parar de inventar desculpas aleatórias para não ver meus amigos.
  • Parar de inventar desculpas aleatórias para não ir trabalhar.
  • Parar de ignorar meus ex-colegas de trabalho.
  • Não abandonar ou perder interesse em projetos.
  • Responder os comentários do meu blog, as mensagens do Facebook, do Whatsapp…
  • Falar com meus pais e minha irmã de vez em quando.

Eu sei que preciso fazer tudo isso para ter uma vida plena e saudável. Eu também sei que isso não é só baboseira e coisa que os médicos ficam repetindo, mas que acredito.

Mas por que não faço?
Não sei.

Sinto que algo dentro de mim não me deixa fazer as coisas da maneira certa, mesmo se tento o máximo possível. Também já me questionei se essa é realmente a maneira certa, se só não quero fazer. A resposta foi sim, isso é o melhor para mim e tenho noção disso. É confortável ir para o lado ruim e autodestrutivo, é comum e sei fazer tão bem que sequer percebo.

Às vezes gostaria de não saber todas as coisas que eu preciso fazer, porque cada vez que não as faço, eu alimento um monstro. Cada dia é cheio de pequenas derrotas de coisas que não consegui fazer e me devoram um pouco de minha essência, como um câncer só esperando o momento certo de me consumir vivo.