Formato de Post

Procurando algo

1 comment

Hoje é domingo e estou com mais de 63 e-mails não respondidos, mais de 90 notificações no Facebook para ver e preciso escrever um relatório do que fiz durante os últimos seis meses no trabalho.

A cada seis meses isso acontece, mas dessa vez existe uma pressão extra, fui promovido há pouco tempo, depois de três anos, pra completar são os primeiros seis meses depois que mudei de time e estou fazendo algo completamente diferente.

Embora eu saiba a teoria do que preciso fazer, tenho layouts prontos com tópicos para escrever e já revisei minha agenda com todos as minha atividades, não consigo “engatar”

Já fui ao mercado mais cedo, fiz compras com a desculpa de que precisava me alimentar bem e não ter que me preocupar em pedir comida daqui algumas horas. Cheguei em casa, lavei e sequei toda a louça para deixar coisas preparadas durante a semana que sei que será difícil. Os tomates, alface, frutas e tudo mais estão esperando ser cortados até agora, quatro horas depois.

Mas tento focar, enquanto me esforço pra escrever o que preciso, olho o dia nublado e frio lá fora. Depois de cair na realidade que só eu posso dar um jeito nisso começo a pensar no que posso fazer para me ajudar, aquele empurrãozinho.

Minha vida inteira procurei por “algo” que não sabia o que era e que pudesse me ajudar, me dar uma luz, uma esperança.

Será que bebo algo? Preciso parar com álcool, também não vai ajudar. Café? Já tomei 900mg de cafeína hoje, um pouco menos que o dobro da dose recomendada diária para meu peso. Já tomei os antidepressivos e estabilizadores de humor nos horários e doses certas.

Correr? Meditar? Jogar video-game? Será que acho algum Valium perdido na gaveta? Só a ideia de pensar nisso tudo me deixa mais ansioso ainda. Vim escrever para ver se surte algum efeito. Se colocar toda essa angústia no papel me faz ver que não é nada demais e eu consigo controlar minha força de vontade.

Mas aparentemente não, escrever não resolveu. Vou continuar olhando para o céu nublado até ter uma ideia milagrosa.

I Comentário até agora Se Junte à Conversa

  1. Esse eh um dos piores cenarios. Comparo com a sensacao de “leao enjaulado”, que fica de um lado para o outro, angustiado, estressado por estar preso, sem poder escolher outro caminho. Pq por mais que queiramos escolher outro caminho, ha algo que nos impede…
    As vzs funciona pedalar, ao menos para mim.

    Resposta

Deixe uma resposta