Formato de Post

Como é tomar Lítio

Deixe uma resposta

2018-02-07-2.pngCarbonato de Lítio, carinhosamente apelidado de Lítio (vendido comumente como Carbolitium) é um dos mais antigos e consolidados remédios para transtorno bipolar.

Apesar de sua eficácia, o lítio precisa manter um nível seguro no sangue devido a sua toxicidade, existem exames de sangue que ajudam a controlar esses níveis e quem está em tratamento deve ficar de olho. Muito lítio no sangue e você acaba intoxicado, muito pouco e o efeito nocivo não é sentido.

Alguns efeitos colaterais comuns (segundo a bula): 

  • Aumento na vontade de urinar.
  • Confusão mental e perda de memória.
  • Constipação.
  • Boca seca e/ou sede.
  • Tremores (em especial nas mãos).
  • Dores de cabeça.
  • Náusea.

Minha experiência: Já uso o lítio há quatro anos e é o único remédio até hoje que conseguiu me segurar das crises mais brabas que já passei, em especial as depressivas. Só que o medicamento é sacana e te acaba de outras maneiras com os efeitos colaterais.

Eu sempre sofri com muitos enjoos, tremores, idas frequentes ao banheiro durante o dia e boca seca. Com o tempo desenvolvi hipotireoidismo e precisei tratar em separado, também como uma queda cognitiva muito clara. O lítio também me deu um aumento de peso considerável.

Importante: este post traz minha experiência ao tomar o remédio, por favor não o considere conselho médico e trate de dúvidas com seu psiquiatra.

Deixe uma resposta